Vozes das Comunidades da Vila Prudente

Por Cesar Gouveia

Há um mês pude a acompanhar via internet o trabalho feito por Rene Silva e a equipe do Jornal Voz das Comunidades, do Morro do Alemão, no Rio de Janeiro.

Logo SP e logo Rio

Um trabalho primoroso, gostoso de ver – e com certeza de ajudar. Neste último feriado de Páscoa durante a semana vi as várias postagens do coordenador do grupo sobre a campanha PAZcoa no Alemão que levou 6 mil chocolates às crianças que moram no Complexo e não tiveram condições de comprar e nem ganharam chocolates.

Talvez muitas pessoas ainda não saibam quem é Rene Silva. Em 2011 quando as forças armadas chegaram ao Complexo Rene Silva divulgou tudo o que acontecia na operação via redes sociais e principalmente pelo Twitter. Os posts do jovem chegou ao conhecimento do apresentador Luciano Huck que foi conhece-lo, apostou e continua apostando nas iniciativas do jovem.

Inspirado na ideia do Rene e com o apoio do Renato Moura, também coordenador do projeto no Rio, apresento a você, leitor, o blogspot Vozes das Comunidades Vila Prudente

O Vozes das Comunidades da Vila Prudente terá como objetivo e proposta alimentar as comunidades da Vila Prudente (Favelão, Viela, Ilha das Cobras, Morro do Péu e Casinhas) com informações importantes e eventos que são do interesse de nós moradores.

Se você tem uma informação, uma notícia, algo que é de importância para todos, comunique ao administrador do blogspot pelo e-mail: asvozesdavilaprudente@hotmail.com.

Anúncios

#DengueNaVPNão

Por Cesar Gouveia

A dengue há um mês atrás convivia fortemente com os moradores e trabalhadores da zona sul da capital.

Há algumas semanas o representante do Favelão, André Silva, em assembleia com os moradores sobre as obras do monotrilho informou que havia sido diagnosticado dois casos dentro da comunidade.

O AMA Dr. Ignácio Proença de Gouvea recebeu inúmeros moradores da favela com suspeitas de ter sido picado pelo mosquito. Só no dia de sábado, 12, foi contabilizado mais de 5 (cinco), principalmente da área do Coroado. A dona de casa Marinita, de 52 anos, disse que o atendimento estava demorando “Eu vim na segunda-feira eles passaram uma medicação mas naquele dia não estavam dando, tomei uma injeção com dipirona e me mandaram para casa”.  O caso da dona Marinita já era 99% de certeza de ser dengue, porém ainda não havia a confirmação de um responsável médico, o que só foi confirmado na madrugada de quinta para sexta.

Além da área do Coroado outras áreas da favela também tem casos de suspeita por conta de áreas com água parada.

Quem anda pela favela tem visto os cartazes espalhados alertando sobre os sintomas. Por isso, nós do Vozes das Comunidades da Vila Prudentereforçamos os cartazes e estamos juntos na campanha #DengueNaVPNão, vamos compartilhar as informações e ajudar nas precauções para que o mosquito não se acomode dentro da nossa comunidade, das nossas casas.

Veja a imagem abaixo e compartilhe, vizinho. Contamos com você!