O Eco Cine Favela voltou!

Por Cesar Gouveia - 26/08/2015 - 14:30

Nesse retorno aos trabalhos o Coletivo que compõe o Eco Cine Favela espera aumentar ainda mais as presenças de moradores nas exibições

Com o intuito de promover a integração dos moradores o projeto Eco Cine Favela terá a primeira exibição de 2015 no dia 29, neste sábado, às 19 horas, e no mesmo lugar de sempre: Rua da Igreja

Uma das exibições do passado

Uma das exibições do passado

Segundo um dos organizadores, Cristiano Cardoso (o Santista) a programação será composta por uma programação especial para o público infantil e adolescente com curtas-metragens do 26º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo. “Entre os filmes que já podemos divulgar estão: Marco Zero do Hip Hop, Pra Morrer Basta Ta Vivo, entre outros”, contou Santista.

As exibições serão feitas sempre na Rua da Igreja, o coração da Favela da Vila Prudente, e será distribuído pipoca, refrigerante e muita diversão.

Para mais informações clique aqui e veja o evento no Facebook.

Saiba como chegar: Mora longe ou não sabe chegar?
Estamos próximos ao Expresso Tiradentes, na Av. Profº Luiz Ignácio de Anhaia Mello, altura do nº 1.300, esquina com a Rua Dianópolis. De metrô também é bem fácil, basta descer na estação Vila Prudente ou Tamanduateí, linha verde, e caminhar cerca de 10 minutos.

Anúncios

Ciclo de debates no Irineu Marinho

Por Cesar Gouveia – 08 de agosto – 12:20

Idealizado por professores o debate contou com alunos, pesquisadores e parceiros
 

ex -alunos apresentam pesquisa feita por eles

 

O primeiro debate promovido pela escola municipal Irineu Marinho aconteceu neste sábado, 07, pela manhã ensolarada. Com as presenças de alunos, direção, professores, pesquisadores e parceiros a discussão teve à mesa Roseni Xavier de Souza, de 42 anos, e hoje coordena o serviço social de Itaquera. Milena Souza, da Pastoral da Juventude e a diretora da escola Selma Gouvea.

Para Roseni Xavier que trabalha diretamente com o público que na sua concepção será o maior prejudicado, a criança e adolescente pobre vai ficar sempre estar a ser excluída da sociedade, trata-se de um retrocesso a redução. “A gente precisa dizer não à redução da maioridade penal, e dizer sim às políticas públicas para a juventude”, disse em sua apresentação.

Roseli em sua apresentação

Na sequência, Milena falou sobre a implicância que se dá a redução da maioridade penal. De maneira próxima ao jovem ela disse que a “política está em tudo, inclusive no valor que você paga na bombeta”. Milena também comentou sobre a juventude estar presente na discussão da política brasileira. Militante do PSOL ela utilizou de uma música do funk consciente do MC Garden. 

E terminou sua apresentação convidando os jovens presentes para a Roda da Quebrada, às 14 horas, no Favelão (Favela da Vila Prudente).

As demais atrações foi a abertura do debate para todos e a apresentação da escola de samba.

Não esqueça: dia 22 tem roda da quebrada na favela da Vila Prudente, às 14 horas.

Mais iluminação na Favela, menos na Anhaia Mello

Por Cesar Gouveia – 06/08/2015 – 22:00

Coroado é mais uma localidade que graças ao trabalho do MDF e a associação têm iluminação garantida

Nesta quinta-feira os moradores do Coroado se depararam com uma supresa muito boa para os estudantes e trabalhadores que saem cedo e chegam tarde em casa.

Para a moradora Jani Vieira é uma “mega luz”. 

noite nova no Coroado

Alguns moradores estranharam, no entanto já foram avisados que em hipótese alguma podem desligar ou danificar a nova iluminação.

André Silva, do MDF, junto com Eduardo, da associação, são os responsáveis pelo acompanhamento das instalações e estão à disposição para que os moradores elogiem ou critiquem.

Mas na Anhaia Mello… Alguns estudantes e trabalhadores já vem reclamando alguns dias que a avenida, nas proximidades da escola Carolina Galvão, está sendo uma via perigosa para se andar quando cai a noite. A zona de perigo teve início no início do mês de julho quando um ônibus teve colisão com postes de iluminação.

Nossa reportagem já entrou em contato com a AES Eletropaulo na última segunda-feira, no entanto nenhuma solução foi promovida pelo órgão.

Projeto de futebol para jovens se consolida

Por Vozes das Comunidades da Vila Prudente - 06/08/2015 - 09:20

Na quarta-feira, 05, os jovens da Vila Prudente consolidaram mais do que nunca a escolinha de futebol no Areião

O projeto encabeçado por Cesar Gouveia, Leandro Silva e Ivanildo Gonçalves iniciou as atividades no dia 21 de julho e depois de mais de três semanas recebeu na quadra de treinamento o grupo Amigos da Várzea. O grupo representado por dois integrantes foi à quadra levar alguns materiais que conseguiram após uma mobilização através do WhatsApp.

A escolinha começou após uma conversa entre Cesar e Leandro para voltarem com um projeto que Leandro iniciou alguns anos antes, mas que teve paralisação por algum tempo. Os dois conversaram e tinham somente duas bolas, 10 cones, 30 coletes e um apito, ontem, no entanto, receberam um enorme incentivo para continuar: bolas, chuteiras – muitas -, redes, calções, meias, caneleiras, luvas, entre outros materiais.

O treino festivo contou com a participação de parte dos alunos do projeto, aproximadamente 60 jovens.

Todos para registrar o momento com os materiais

Todos para registrar o momento com os materiais

Um dos destaques na linha, Carlos Cristiano, de 12 anos, abrilhantou os olhos dos representantes dos Amigos da Várzea que comentaram “joga muito esse menino, tem raça”. O jovem jogou apenas uma partida de 10 minutos, mas foi o tempo necessário para marcar 2 gols e comemorar ao melhor estilo de Pelé, com soco no vento.

No gol o destaque foi Allan Santos, de 14 anos. O garoto fez seu segundo treino na escolinha, mas já tem sido olhado com muito carinho por conta de seu potencial como arqueiro. À nossa reportagem Allan comentou sobre a importância do projeto na favela. “Eu tenho o sonho de ser jogador, dei uma parada nos treinos há um tempo, mas agora só devo agradecer pela chance de voltar”, disse o atleta.

De infraestrutura o projeto ainda carece, como iluminação melhor e grades. Em determinado momento e local da quadra fica quase que impossível se ver com nitidez a bola e os jogadores. Por isso, pedimos ainda apoio para conseguir resolver essas duas questões seja por meio de mobilização de grupos e pessoas, seja de forma empresarial ou governamental.

Sobre o projeto – O intuito central do projeto é oferecer aos jovens uma oportunidade para mostrar suas potencialidades através do futebol. Além disso, e não menos importante, está tornar os jovens em pessoas longe das possibilidades de entrar para o crime. A Vila Prudente é um bairro que tem evoluído muito já há alguns anos, no entanto, os órgãos governamentais estão se esquecendo de agir para esses meninos e meninas com políticas públicas para eles.

Para Cesar, idealizador do projeto junto com Leandro e Ivanildo, o projeto vem “para que esses jovens enxerguem que há outro caminho além do crime”, e complementa “aqui, infelizmente, os políticos, órgãos governamentais só vem em época de campanha, e nós jovens estamos cansados disso”.

O projeto pode ser visitado nos baixos do Viaduto Grande São Paulo sentido Ipiranga, às segundas, terças, quartas e sextas-feiras sempre às 19 horas. Basta vir pela avenida Francisco Mesquita e pegar o acesso à rua João Afonso. Outra possibilidade é se dirigir até a rua Padre Faustino, 179, na Vila Prudente.