[NOTA OFICIAL] APOIO AOS ALUNOS QUE LUTAM CONTRA A REORGANIZAÇÃO ESCOLAR

Publicado por Cesar Gouveia - 04/12/15 - 8h40

O Grupo Comunitário Vozes da Vila Prudente vem através da página Vozes das Comunidades da Vila Prudente manifestar ao público, e de forma clara, o apoio à juventude estudantil que segue ocupando centenas de escolas e as ruas por todo o estado de São Paulo em protesto pacífico contra a reorganização escolar imposta pelo Governo Estadual.

nota oficial

Entendendo seu papel como movimento social e de comunicação, a equipe de colaboradores do Grupo toma a decisão de forma a demonstrar máxima preocupação com os jovens (após os recentes atos abusivos da Polícia Militar de SP) e com os rumos que o Governador Geraldo Alckmin impõe de forma arbitrária, sem ouvir os jovens, os professores e a sociedade como um todo.

Sabendo que a juventude é o futuro do país e a importância que esse levante dos jovens tem, consideramos que o fechamento das mais de 90 escolas pelo Estado é o caminho contrário a melhoria do ensino público e, além disso, as arbitrariedades feitas pela Secretaria de Segurança Pública o fim da democracia.

Portanto, declaramos total concordância com a causa e, além disso, nos colocamos enquanto movimento social e instrumento de difusão de informações verídicas à disposição, dos jovens da Vila Prudente ou não, para o que pudermos ajudar.

Sem mais.

Grupo Comunitário Vozes da Vila Prudente

Jornal Vozes das Comunidades da Vila Prudente

Anúncios

The Favela is Here! – A favela é aqui!

Por Cesar Gouveia - 04/11/2015 - 11:30

O Dia da Favela é uma iniciativa da Central Única das Favelas (CUFA), mas, na verdade, é um dia de unir todos os favelados

Neste mesmo ano de 2015 tive a oportunidade de ler o livro “Um País Chamado Favela”, escrito por Celso Athayde e Renato Meirelles e aí compreender economicamente o que o meu, o seu, o nosso lugar representa no Brasil.

Entre becos e vielas as pessoas com tamanha resiliência vivem criando e inventando maneiras de serem protagonistas de suas próprias vidas.

Favela da Vila Prudente

Favela da Vila Prudente

Neste lugar, eternizado nas letras de Mc Marcinho, Arlindo Cruz e Exaltasamba, muitos jovens ainda são exclusos de oportunidades, porém, estes mesmos jovens constroem inúmeras maneiras de mostrar o potencial escondido de cada um.

Existe, é claro, a violência, mas neste lugar a positividade é enorme, só conhecendo para saber. É uma irmandade muito grande, não é em qualquer lugar que a dona Maria vai à casa da vizinha pedir um pouco de café e ganha também a bolacha.

Tenho 24 anos e grande parte de minha construção como pessoa foi, é claro, dos meus pais. Nordestinos, pobres financeiramente mas ricos em força de vontade e alegria. A outra grande parte desse humano foi construída pelos espaços e as pessoas que na favela – e nas favelas que passei – vivem.

Tenho enorme orgulho do lugar que hoje vivo, das pessoas que lutam para transformar a cada dia esse país chamado “favela”. Eles me fazem acreditar que eu sou favela por cada um que conheci nesses anos de vida e pelo que eles me ensinaram desse lugar.

O meu lugar ainda precisa de muito. Mas aprendi e tento passar aos mais novos que nós, os favelados, não precisamos esperar eles de lá, a gente tem força e as pessoas mais guerreiras para fazer acontecer. Temos conhecimento, resiliência e união.

Os do asfalto ganham os aplausos, mas o respeito, a história e aprendizado que cada um favelado tem ninguém vai ter. Nós somos guerreiros!

Hoje e sempre, favelados, uni-vos!