Vila Prudente prepara-se para lutar contra a Dengue

Por Cesar Gouveia - 15/12/2015 - 10h05

Bairro no verão passado teve um aumento enorme de casos em 15 dias

A cada ano a preocupação da população paulistana com casos de Aedes aegypti aumenta. Para o próximo ano, a Prefeitura de SP já anunciou que espera aproximadamente 250 mil casos na cidade, mais do que o dobro do que foi registrado em 2015.

dengue1_81647

Google.com

O Ministério da Saúde considera que uma região está em epidemia de dengue quando a incidência é maior que 300 casos para cada 100 mil habitantes. Em 2015, na Vila Prudente não chegou-se a esses números, no entanto, foi o distrito mais crítico nas proximidades com o aumento de 46 casos para 200 em menos de 15 dias.

SINTOMAS – Os sintomas já são bem conhecidos pela população brasileira. Febre alta, moleza, dor em várias partes do corpo, forte enjoo, dor de cabeça, falta de paladar e perda de peso são alguns dos sintomas.

No último verão o Ama Hospital Ignácio Proença de Gouveia (João XXIII) foi uma das unidades médicas que mais recebeu casos de dengue na região. O centro médico está apto para o tratamento.

NOVAS DOENÇAS – Recentemente o Governo Federal e o Ministério da Saúde começou uma mobilização para identificar os casos de Microcefalia em recém-nascidos.

No Estado de SP a Secretaria de Estado da Saúde informou nesta segunda-feira (14) que investiga seis casos de microcefalia (malformação cerebral) em recém-nascidos que podem estar relacionados à infecção pelo zika vírus, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Entre eles, cinco são tratados como autóctones, quando a doença é contraída no estado.*

Os casos investigados são de bebês nascidos em Campinas, Guarulhos, Mogi Guaçu, Ribeirão Preto, São Paulo e Sumaré.*

*Com informações do G1
Anúncios

[NOTA OFICIAL] APOIO AOS ALUNOS QUE LUTAM CONTRA A REORGANIZAÇÃO ESCOLAR

Publicado por Cesar Gouveia - 04/12/15 - 8h40

O Grupo Comunitário Vozes da Vila Prudente vem através da página Vozes das Comunidades da Vila Prudente manifestar ao público, e de forma clara, o apoio à juventude estudantil que segue ocupando centenas de escolas e as ruas por todo o estado de São Paulo em protesto pacífico contra a reorganização escolar imposta pelo Governo Estadual.

nota oficial

Entendendo seu papel como movimento social e de comunicação, a equipe de colaboradores do Grupo toma a decisão de forma a demonstrar máxima preocupação com os jovens (após os recentes atos abusivos da Polícia Militar de SP) e com os rumos que o Governador Geraldo Alckmin impõe de forma arbitrária, sem ouvir os jovens, os professores e a sociedade como um todo.

Sabendo que a juventude é o futuro do país e a importância que esse levante dos jovens tem, consideramos que o fechamento das mais de 90 escolas pelo Estado é o caminho contrário a melhoria do ensino público e, além disso, as arbitrariedades feitas pela Secretaria de Segurança Pública o fim da democracia.

Portanto, declaramos total concordância com a causa e, além disso, nos colocamos enquanto movimento social e instrumento de difusão de informações verídicas à disposição, dos jovens da Vila Prudente ou não, para o que pudermos ajudar.

Sem mais.

Grupo Comunitário Vozes da Vila Prudente

Jornal Vozes das Comunidades da Vila Prudente

MORADORES PROMOVEM MUTIRÃO NOS BAIXOS DO VIADUTO GRANDE SÃO PAULO

Por Cesar Gouveia - 20/11/15 - 17:20

Com o objetivo de ocupar o espaço com áreas de lazer, os moradores da favela da Vila Prudente fizeram um mutirão em prol da limpeza dos espaços inutilizados. Agora os moradores pedem que a Prefeitura faça a parte de recolher os entulhos

12281844_933756390026791_1141844832_o

Todo o entulho recolhido foi colocado em local fácil para retirada da Prefeitura

A proposta de ocupar os espaços surgiu após um grupo de moradores protestarem nas redes sociais para conseguir a reforma da quadra localizada na praça Orlândia, na avenida Francisco Mesquita. Foram inúmeras solicitações à Subprefeitura de Vila Prudente.

Conseguiram a reforma. Porém, a mesma começou sem diálogo e aviso prévio, o que impossibilitou os diversos projetos da Favela da Vila Prudente a continuarem com suas atividades no local.

Para um dos professores do Projeto de Futebol FUTVIDA Prudente, Ivanildo Gonçalves, a reforma era necessária, mas outras opções de lazer também são. “Nossa ideia é ocupar os espaços debaixo do viaduto com ciclovia ou pista de cooper e ter mesas e bancos para os moradores relaxarem”, contou Gonçalves.

12271403_933757020026728_1606468833_o

Com o espaço mais ou menos melhor um dos moradores realizou um “test-drive”

A obra aprovada tem verba destinada de R$ 100 mil e os moradores vão receber a troca dos alambrados, a instalação de uma cobertura para as bolas não subirem e sair da quadra e também a instalação de mesas de xadrez ao redor da única área para os jovens praticarem esporte.

Segundo Gonçalves, as solicitações foram mais que as que vão receber. “Foi solicitado também a pintura emborrachada, especial para quadras de esporte”.

O mutirão promovido pelos moradores, professores da escola Irineu Marinho e por jovens da favela da Vila Prudente foi organizado pelos próprios moradores, um deles, Nil – apelido dado pelos vizinhos -, conta que a área que foi limpada já está sem utilização há muitos anos. “Desde quando desabrigaram os moradores da favela que existia aqui e começou a construção do Fura-Fila essa área estava sem utilidade para a Prefeitura. Nada mais justo que nós ocuparmos com áreas de lazer e descanso para nós e nossos filhos, não é?”, enfatiza.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A primeira parte do mutirão foi feita, os moradores irão se organizar novamente para limpar a outra área que não pode ser feita hoje. “A ideia é que na próxima vez venha muito mais pessoas e que a partir de agora todos tenham consciência. É importante mostrarmos para os ‘mandantes’ que se eles não fazem, nós fazemos e bem feito, mas todos da favela tem que respeitar nosso espaço”, finalizou Gonçalves.

12271573_933756360026794_1635678160_o

 

Garota da Favela é só felicidade

Por Mayris Cristina - 08/11/2015 - 22:30

Ana Beatriz ganhou o primeiro concurso e realizou sessão de fotos neste domingo

A garota escolhida pelo público da página do Vozes das Comunidades da Vila Prudente é uma pessoa fotogênica e demonstrou o dom hoje nas fotos no Beco do Batman e no espaço do Centro Cultural da Vila Prudente, cedido para a realização da sessão.

Foto: Wallace Morais

Foto: Wallace Morais

Iniciado ainda pela manhã deste domingo o ensaio fotográfico foi feito por Wallace Morais, fotografo da comunidade do Sinhá, que topou colaborar como voluntário do Vozes neste primeiro evento.

As fotos realizadas no Beco do Batman, zona oeste de São Paulo, e no Centro Cultural da Vila Prudente, na favela de origem da ganhadora, ocorreram até o final da tarde.

Foto: Wallace Morais

Foto: Wallace Morais

Segundo o fotógrafo, Beatriz tem futuro na carreira.

“Ela é muito fotogênica, gostei muito de fotografar essa garota e participar do projeto que Cesar me convidou”, contou Wallace.

As fotos foram acompanhadas pelos pais do começo ao fim, e eles aparentavam estar feliz por participar da realização do sonho da filha.

Para a ganhadora o evento foi um sonho conquistado que levará para sempre.

“Sempre tive a vontade de fazer um ensaio. Meu sonho é ser uma modelo fotográfica, sou nova e vou lugar por isso”, disse Bia.

Essa foi a primeira edição do Concurso e teve apoio da Boca de Fulô Modas e Catiana Mary Kay. Será realizado outras edições pelo Vozes em breve, os interessados devem acompanhar a página do jornal aqui.

Veja o vídeo de depoimento de Ana Beatriz e Wallace Morais aqui.

The Favela is Here! – A favela é aqui!

Por Cesar Gouveia - 04/11/2015 - 11:30

O Dia da Favela é uma iniciativa da Central Única das Favelas (CUFA), mas, na verdade, é um dia de unir todos os favelados

Neste mesmo ano de 2015 tive a oportunidade de ler o livro “Um País Chamado Favela”, escrito por Celso Athayde e Renato Meirelles e aí compreender economicamente o que o meu, o seu, o nosso lugar representa no Brasil.

Entre becos e vielas as pessoas com tamanha resiliência vivem criando e inventando maneiras de serem protagonistas de suas próprias vidas.

Favela da Vila Prudente

Favela da Vila Prudente

Neste lugar, eternizado nas letras de Mc Marcinho, Arlindo Cruz e Exaltasamba, muitos jovens ainda são exclusos de oportunidades, porém, estes mesmos jovens constroem inúmeras maneiras de mostrar o potencial escondido de cada um.

Existe, é claro, a violência, mas neste lugar a positividade é enorme, só conhecendo para saber. É uma irmandade muito grande, não é em qualquer lugar que a dona Maria vai à casa da vizinha pedir um pouco de café e ganha também a bolacha.

Tenho 24 anos e grande parte de minha construção como pessoa foi, é claro, dos meus pais. Nordestinos, pobres financeiramente mas ricos em força de vontade e alegria. A outra grande parte desse humano foi construída pelos espaços e as pessoas que na favela – e nas favelas que passei – vivem.

Tenho enorme orgulho do lugar que hoje vivo, das pessoas que lutam para transformar a cada dia esse país chamado “favela”. Eles me fazem acreditar que eu sou favela por cada um que conheci nesses anos de vida e pelo que eles me ensinaram desse lugar.

O meu lugar ainda precisa de muito. Mas aprendi e tento passar aos mais novos que nós, os favelados, não precisamos esperar eles de lá, a gente tem força e as pessoas mais guerreiras para fazer acontecer. Temos conhecimento, resiliência e união.

Os do asfalto ganham os aplausos, mas o respeito, a história e aprendizado que cada um favelado tem ninguém vai ter. Nós somos guerreiros!

Hoje e sempre, favelados, uni-vos!

Lazer e Vila Prudente: Essas palavras precisam da sua atenção

Por Cesar Gouveia - 29/10/2015 - 15:50

Para muitos moradores, é hora de ocupar os locais com alguma atividade, já que as crianças e adolescentes têm pouco espaço para lazer

Desde a desapropriação dos moradores das favelas nos baixos do viaduto Grande São Paulo para a construção do Expresso Tiradentes, antigo Fura-Fila, os espaços encontram-se ociosos, sem nenhuma previsão de ocupação. Quem passa pela região, como os moradores da Favela da Vila Prudente, não consegue entender o descuido da prefeitura e de outras pessoas com o local.

área em frente à favela da Vila Prudente

área em frente à favela da Vila Prudente

Inaugurado em 2007 o atual Expresso Tiradentes trouxe benefícios à população da Vila Prudente, no entanto, os órgãos públicos esqueceram que o espaço pode ser utilizado para muitas atividades. Hoje, a única ocupação do espaço é com lixo e entulho que por vezes são deixados pelos próprios moradores da região, o que preocupa cada vez mais quem se preocupar e quer ocupação legal no local.

“Fomos abandonados. É isso aí que vocês estão vendo. Lixo, entulho e às vezes até ratos” conta um morador que não quis ser identificado.

Os relatos de moradores, as fotos feitas pela reportagem do jornal Vozes das Comunidades da Vila Prudente e toda a situação dos baixos do viaduto Grande São Paulo não é novidade para ninguém. Segundo os próprios moradores, já foi diversas vezes solicitado à prefeitura a limpeza do local, bem como a sua ocupação.

“Até fizeram uma limpeza, mas não durou muito. Começaram a jogar entulho de novo”, conta a Maria de Lurdes, de 38 anos.

A reivindicação dos moradores é primeiramente de uma limpeza do local e em segundo lugar que o espaço seja ocupado. Segundo o VCVP já noticiou, a área seria ocupada com áreas de lazer e esporte, no entanto, a Subprefeitura de Vila Prudente cancelou o projeto.

Questionados sobre as oportunidade de lazer, que é um dos principais problemas da Vila Prudente, principalmente para as favelas, dona Maria também pede que o espaço seja usado para a distração dos jovens.

“A área é enorme. Deveriam construir uma ou duas pracinhas, espaço para os meninos brincarem. As crianças daqui não tem onde brincar, até a quadra do outro lado está ruim. Meu neto está treinando num projeto dos moradores, mas não é um espaço com tudo, sabe? Se a Prefeitura cuidasse também, o espaço não seria assim”, diz dona Maria.

A partir desta matéria nós contatamos a Subprefeitura e estamos aguardando um parecer sobre a situação do local.

Morador da Favela conhece o mundo e traz conhecimento para jovens da Vila Prudente

Por Mayris Costa - Publicado por Cesar Gouveia -09/10/15 - 13h45

De menino franzino da favela para hoje cheio de saúde conhecendo outras culturas e a diversidade dos mais diferentes povos.

Laionel Oliveira, de 23 anos, quando mais novo teve incentivo dos pais para sempre estudar e buscar o melhor na escola e no curso de inglês que fazia. Acreditavam que no futuro ele seria recompensado, e foi. Hoje ele trabalha no lugar mais incrível do mundo: o mar.

Em alto mar

Em alto mar

Grande admirador do mundo, Laionel hoje intercala sua vida entre marear e a família. 

Vivendo há 4 anos assim ele já conheceu 42 países e ainda não se vê fora dessa realidade extremamente bacana. Segundo ele, em entrevista na sua última estada na favela da Vila Prudente onde nasceu e se criou, sua possível saída do atual trabalho só poderá acontecer depois de conhecer todos os continentes.

A família de Laionel é formada por ele, o pai Zé Carlos, a mãe, dona Fátima, e as irmãs Larissa, Karla e Sofia. Sobre a família, ele não esconde que sente falta “Sinto sim, mas quando se tem um sonho, temos que abrir mão de algumas coisas e com o passar do tempo a gente aprende a conviver com a distância e focar no trabalho, falo com a minha família aos domingo e ficamos em média 1 hora no telefone”. conta ele.

Laionel ao lado da miniatura de um dos navios

Laionel ao lado da miniatura de um dos navios

Em 2015 Laionel esteve de férias no Brasil e nesse período ele se doou aos jovens de sua favela. Como ele tem experiência na língua mundial, se disponibilizou durante algum tempo para ensinar inglês para as crianças e adolescentes no espaço Centro Pastoral que pertence à comunidade São José Operário. Para ele, essa experiência foi incrível e, segundo ele, na sua próxima vinda ao Brasil ele pretende formar novas turmas. “Ainda não tem nada planejado, mas pretendo voltar com as aulas e ter mais de 12 alunos, gosto de passar conhecimento a diante quando se tenho oportunidade”, conta.

Aos jovens que tem sonhos, Laionel deixou um recado: “Eu já ouvi muita gente falar que tudo isso que estou vivendo é sorte, mas na verdade posso dizer que é trabalho, dedicação e estudo”, e completa, “segundo um trecho da música A vida é Um Desafio, dos Racionais MC’s: ‘parasita hoje, coitado amanhã’. Faca sempre por você, nunca espere pelo outro, as coisas acontecem sempre com muito esforço.”

Laionel atualmente está trabalhando pela Europa com produção de shows e toda a parte tecnológica que remete aos eventos que acontecem dentro dos navios que viaja, adquirindo mais experiências e colecionando histórias.